Startups da Incubadora USP/IPEN-Cietec recebem fomento para desenvolvimento de projetos

Comentários (0) Destaque Home, Empreendedores, Inovação, Negócios, Startups

Suporte oferecido pelo Cietec completa os serviços de apoio empresarial e mercadológico, no fortalecimento dos negócios incubados

Ao longo de 2021, mesmo com todas as restrições impostas pela pandemia, 16 empresas da Incubadora USP/IPEN-Cietec receberam recursos de fomento para desenvolvimento de pesquisa inovativa para o mercado. Parte fundamental no processo de incubação oferecido pelo Cietec, o suporte dado à formatação dos projetos de fomento tecnológico é complementar aos serviços de apoio empresarial e mercadológico, no fortalecimento dos negócios incubados.

Uma das empresárias aprovadas no ano de 2021 foi Erika Molina, CEO da startup Bioptamers – que busca o desenvolvimento de terapias de precisão personalizadas e acessíveis para o tratamento de pacientes acometidos com tipos mais agressivos de câncer, ressalta a importância do fomento recebido para a execução de pesquisa científica direcionada à inovação tecnológica. “Todo o valor recebido através do fomento para Projetos de Inovação em Pequenas Empresas da Fundação de Apoio à Pesquisa no Estado de São Paulo impacta diretamente na validação das provas de conceito essenciais para o desenvolvimento empresarial. Além disso, recebemos também um treinamento voltado exclusivamente para o empreendedorismo, buscando ratificar os pressupostos comerciais do dia a dia”, conta.   

 A CEO também destaca a importância do Cietec nessa trajetória, desde a triagem até a divulgação da abertura de ciclos e editais de fomentos, disponibilizando plantão de dúvidas e suporte na inscrição do projeto, colaborações que aumentam as chances de sucesso. “O Cietec nos orientou também na execução do planejamento e monitoramento dos eixos importantes para a seleção para um melhor aproveitamento do fomento visando a tecnologia, capital, gestão, mercado e empreendedorismo”, comemora.

 Já a Cor.Sync, startup que oferece uma solução rápida e precisa para o diagnóstico de infarto na emergência hospitalar, recebeu três fomentos para o desenvolvimento da empresa. A HealthTech conta com uma base científica oriunda da academia, fato que normalmente aumenta o tempo para o lançamento de seus produtos. Por essa razão, o processo de investimento pode demorar cerca de dois anos. “Sem a ajuda do Estado não é possível fazer o incremento de um produto de tecnologia no Brasil, assim como ocorre nos países desenvolvidos. Esses testes não seriam possíveis sem recursos de fomento, pois, o tempo e o custo são elevados demais”, ressalta Raul de Macedo – fundador da startup.

 No caso da Cor.Sync, os recursos oriundos do Programa PIPE Fapesp, na fase 1, foram aplicados na criação do protótipo, início de testes clínicos, aquisição de materiais e contratação de bolsas para pesquisadores. Já os recursos FINEP, foram orientados para levar o produtos a um próximo nível, com incorporação da IoT (internet das coisas) no dispositivo. “Nós também contamos com a expertise do Cietec, que nos orientou perfeitamente para não errar hora de escrever o projeto. Existem os desafios da prestação de contas que toma bastante tempo e, muitas vezes, nós não temos esse conhecimento dos tramites. O Cietec consegue nos indicar nuances que ajudam a economizar tempo e ter uma jornada de captação mais tranquila e efetiva”, finaliza Raul.

Outra startup que também recebeu o fomento foi a Eccaplan, desenvolvedora de tecnologia e serviços voltadas para redução e compensação no impacto ambiental de empresas, pessoas e cidades. “Os recursos conquistados foram do PIPE 2 e do Senai Inovação, ambos ajudaram muito e foram essenciais no desenvolvimento e realização de ciclos e testes para validação do equipamento automatizado e do acelerador de compostagem”, conta Fernando Beltrame, fundador da startup.  

Sobre o Cietec:
O Cietec, Centro de Inovação, Empreendedorismo e Tecnologia, fundado em abril de 1998, tem como missão incentivar o empreendedorismo e a inovação tecnológica por meio da criação, fortalecimento e a consolidação de empresas e empreendimentos inovadores de base tecnológica. O Cietec apoia a transformação de conhecimento em produtos e serviços para o mercado, aumentado a competitividade, oferecendo inserção no ecossistema de inovação, capacitação técnica e de comercialização. Também aproxima o investimento-anjo, capital semente e venture capital, além dos recursos de fomento público. O Cietec é a entidade gestora da Incubadora de Empresas de Base Tecnológica USP/IPEN, onde são conduzidos processos de incubação de empresas inovadoras, em diferentes níveis de maturidade. Nesses processos, são oferecidos serviços de apoio para demandas nas áreas de gestão tecnológica, empresarial e mercadológica, além de infraestrutura física para a instalação e operação dessas empresas. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pin It on Pinterest

Share This