Retroceder, nunca. Deixar de investir, jamais!

Comentários (0) Empreendedores, Franquia

Reinventar-se lançando novos serviços e produtos, utilizar novas estratégias de venda e expansão, não importa as táticas para driblar a crise causada pelo novo Coronavírus, o importante é continuar no jogo.

Exemplo são empresas que este ano foram na contramão das que fecharam as portas e viram que o momento é de desafio, mas também de aposta, e por isso resolveram investiram nos seus negócios abrindo novas unidades e expandindo ainda mais pelo Brasil, confira:

5àsec

Fernando Pimentel Fiori trabalhou por mais de 25 em empresas multinacionais aqui no Brasil, nas áreas de Administração, Fiscal e Tributária. Após este longo período, decidiu que era a hora de investir no próprio negócio. Fernando queria investir em uma franquia fora do País. Foi para Portugal em 2019, analisou as oportunidades, mas verificou que a economia do País não estava favorável e voltou ao Brasil. Chegando aqui, queria investir em uma marca que fosse líder no mercado. Encontrou a 5àsec, no segmento de lavanderias. Um dos franqueados da rede, que conta com várias unidades da marca, estava vendendo a loja da Lapa, em São Paulo. Fernando comprou e assumiu a loja de repasse no dia 14 de fevereiro. Com uma carteira de clientes ativos, a operação estava indo muito bem.

Fernando Pimentel Fiori

Por conta da pandemia, houve uma queda no volume de peças e faturamento, apesar da unidade estar aberta, por ser considerada serviço essencial. Uma das estratégias da franqueadora foi liberar a operação com o delivery gratuito. Além disso, foi observada uma mudança no tipo de peças enviadas pelos consumidores. Antes da pandemia, as camisas sociais eram o carro-chefe da marca. Com grande parte das pessoas trabalhando em cada, o perfil de peças que chegam à lavanderia passou a ser de edredons, itens de cama, mesa e banho, e principalmente tapetes. Dessa forma, o franqueado promove algumas promoções nas redes sociais, nas ligações telefônicas e até mesmo por WhatsApp com foco nas peças que tem mais procura atualmente. Após a pandemia, o franqueado deseja investir em uma segunda lavanderia da marca.


Água Doce Sabores do Brasil

Já Kamila Gheller, que é zootecnista, estava ajustando os últimos detalhes para que o restaurante fosse inaugurado em março, em Sorriso, no Mato Grosso. Diante da pandemia, teve que postergar a abertura da unidade, realizada no dia 23 de abril. Em parceria com o irmão e empresário, Lauro Gheller, viram a oportunidade de investir em uma franquia da Água Doce, com a intenção de trazer mais opções de lazer e alimentação de qualidade para as famílias da cidade. Como a inauguração foi feita nesse momento de pandemia, a unidade seguirá à risca todas as normas de segurança sanitária. Dessa forma, todos os colaboradores da unidade utilizarão equipamentos de proteção individual e máscaras. Também serão adotadas todas medidas existentes nas cartas técnicas da ANVISA.

Kamila Gheller

Além do processo de limpeza e higienização ser redobrado e reforçado ainda mais, a quantidade de mesas foi reduzida para que sejam dispostas no salão respeitando uma distância segura, de acordo com as orientações dos órgãos de saúde. O mesmo cuidado vale para as ações com foco no delivery, que será primordial e bastante utilizado neste momento. Há o investimento em campanhas de conscientização da necessidade de os entregadores utilizarem máscaras e higienizarem as mãos constantemente entre uma entrega e outra, e no retorno ao estabelecimento. Junto com a refeição, é entregue um panfleto com orientações sobre como o cliente deve proceder ao receber o produto, como higienizar as mãos, colocar a comida em um prato e a bebida em um copo, descartar a embalagem, higienizar novamente as mãos e saborear a refeição.


iGUi

Alexandre Dutra Marão Sayeg investiu em uma franquia iGUi em janeiro de 2020, na cidade de Votuporanga, interior de SP. Segundo Sayeg a piscina não é mais apenas um item de luxo, mas sim um  investimento de arquitetura que valoriza o imóvel. Temos na iGUi uma modalidade de venda programada que oferece condições a longo prazo para quem deseja ter uma piscina e que nos ajuda a manter a roda da economia girando.

Alexandre Dutra Marão Sayeg

“Eu senti o impacto em março, porém de forma branda. Por conta da quarentena, muitas pessoas que não tinham tempo para pensar no projeto está aproveitando para iniciar as negociações. Para quem já tem piscina, o isolamento social tem motivado a manutenção e nós estamos oferecendo todo o suporte, inclusive por delivery”


Maple Bear

A franquia de ensino canadense bilíngue conta com cases de franqueados que abriram as escolas em janeiro/fevereiro de 2020. São as escolas em Contagem (MG), Manaus (AM), Sorriso e Sinop (MT). Existe uma forte ligação entre escola e aluno, e para que isso permaneça a rede vai continuar fornecendo instrumentos para que as crianças continuem aprendendo e se desenvolvendo. Para isso, a rede criou a Maple Bear Digital Learning Community, que é uma comunidade colaborativa online que tem como objetivo reunir recursos de apoio e orientações para que as escolas possam oferecer suporte educacional aos alunos de todas as séries escolares ao longo do período de suspensão de aulas presenciais. Na ferramenta estarão disponíveis materiais para alunos e professores utilizarem a distância, além de recursos especiais adequados à faixa etária. Danicler Bavaresco é engenheiro civil e Naiara Zanatta Bavaresco é professora. Ambos são do Mato Grosso, mas se mudaram para Maringá por conta da universidade.

Danicler Bavaresco

No Paraná, se conheceram, casaram e tiveram dois filhos. Danicler atuava como engenheiro civil em uma empresa pública, tinha estabilidade, mas não havia mais espaço para crescer profissionalmente. Com a chegada dos filhos, a distância da família virou um fator determinante para o casal decidir voltar para o Mato Grosso e investir no próprio negócio. Por Naiara ter experiência na área de educação, investiram em uma Maple Bear, escola de ensino bilíngue com metodologia canadense, inaugurada na primeira semana de fevereiro em Sinop, no interior do estado. Ela é coordenadora pedagógica e Danicler faz toda a parte de gestão do negócio. A escola iniciou o ano letivo com 58 alunos do ensino infantil. Com a chegada da pandemia, as aulas foram suspensas e a escola ganhou mais um aluno, somando 59 matrículas e nenhum cancelamento. As aulas foram retomadas no dia 04 de maio, por se tratar de uma região pouco atingida pelo coronavírus. Neste momento, a marca atua com envio de conteúdo EAD para os alunos que ainda não voltarem presencialmente às aulas. 


Tratabem

Há cerca de três anos, Rosana Aparecida Figueiredo decidiu investir com seu marido em uma franquia TRATABEM – rede especializada em assistência, manutenção e vendas de produtos para todos os tipos de piscinas. Hoje, a unidade está localizada em Santana, São Paulo. Na época, Rosana era professora universitária e seu marido estava desempregado. Devido as dificuldades do marido em se recolocar no mercado de trabalho, apostaram em um modelo de negócio que oferece suporte e treinamento ao investidor. Com o passar do tempo, Rosana resolveu deixar o cargo de professora e dar toda sua atenção à franquia, passando a trabalhar em período integral. Durante a pandemia, a franqueada percebeu que propaganda online e pelas redes sociais, associadas à entrega delivery, poderiam render bons frutos.

Rosana Aparecida Figueiredo

“Deixei uma faixa na frente da loja, anunciando os serviços de entrega e também contatei os clientes por meio dos cadastros que já tinha. Manter os serviços de limpeza e de manutenção de piscinas foi um desafio, mas estamos evoluindo cada dia melhor”

Com informações de Marcela Baptista, DFreire.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pin It on Pinterest

Share This