Rede de hamburguerias ‘O Burguês’ acelera ritmo de expansão no país

Comentários (0) Alimentação, Franquia

Em tempos de pandemia, delivery e atendimento diferenciado estimulam crescimento de até 40% nas vendas. Fundada em 2017, rede deve inaugurar sua 35ª loja até o fim deste ano
_

Do delivery para o balcão, O Burguês criou uma receita suculenta de sucesso em apenas três anos. A marca surgiu em 2017 com o propósito de inovar no serviço de entrega de hambúrgueres no Rio de Janeiro. No início, era apenas uma loja na Barra da Tijuca. O sabor diferenciado caiu no gosto dos cariocas e os negócios evoluíram rapidamente, abocanhando a preferência de clientes em outras praças. Este ano, a pandemia de Covid-19 esquentou a chapa – literalmente – para os planos de expansão da rede. Até dezembro, serão 35 unidades no país e um crescimento de 30% a 40% no faturamento das lojas.

Hoje, O Burguês se consolida como a maior hamburgueria delivery do Brasil em vendas por aplicativos. Só em 2020, foram vendidos quase 500 mil hambúrgueres, sendo 95% pelo iFood. Produtos de alta qualidade aliados a um modelo de negócio de administração simples e de baixo risco fizeram a marca superar as expectativas do segmento. Em julho, O Burguês passou a operar com 23 lojas – a unidade mais recente fica em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. A expectativa é fechar o ano com 12% de market share no segmento, contra os atuais 7%. 

.

Na contramão da crise econômica, a marca se beneficiou do confinamento imposto pelo Coronavírus – que impulsionou as vendas por delivery. O faturamento mensal da rede, que girava em torno de R$ 2,7 milhões até abril, fechou o mês de junho em R$ 4,8 milhões – uma expansão de 77%. Este mês, será inaugurada a 23ª loja, em Nova Iguaçu (Baixada Fluminense), pelo sistema de franquia. O projeto de expansão leva em conta investimentos de R$ 100 mil por ano. Assim, o número total de funcionários na rede deve subir de 500 para 700 até o fim do ano.

O Burguês é uma das raras hamburguerias que trabalham com blend de Wagyu, eleito o corte de gado mais macio e saboroso do mundo. Ela é preparada de maneira artesanal. Os dois hambúrgueres que levam o blend levam o nome de Gran Gorgonzola, com ganache de gorgonzola produzido dentro do Burguês e o Gran Kobe, que leva o nome do corte da região de Kobe, no Japão, onde há grande cultivo do gado.

“A diferença do Burguês para outras hamburguerias é que nós estamos realmente preocupados com o cliente. Procuramos entender por que era tão difícil entregar um hambúrguer de qualidade no delivery, que viesse com a batata crocante e o burger quente. Chegamos à conclusão de que o tempo de entrega era a chave para dar certo. Desde o início das nossas operações nossas lojas entregam apenas no raio de 6 km, o que garante a qualidade. Produtos de alta qualidade e um serviço rápido fizeram do Burguês o que é hoje. No início preferimos perder o cliente do km 7 em nome da boa qualidade e acabamos ganhando no longo prazo. Hoje a cidade do Rio de Janeiro está toda coberta e em breve o estado e isso acontecerá com os outros estados também, já que estamos expandindo rápido”, explica Flávio Rodrigues, gerente comercial e marketing.
_

Com informações de Gabriel Oliven, Lupa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pin It on Pinterest

Share This