Quem vai tirar você da crise?

Comentários desativados em Quem vai tirar você da crise? Gene Talks, Opinião

Texto de Erika Linhares

Nada acontece na zona de conforto. Desafios são o que nos faz melhores versões de nós mesmos! Tudo está em constante mudança e, para continuarmos prosperando, precisamos nos adaptar às circunstâncias. 

Alguns anos atrás, a companhia em que trabalhava liderava o pré-pago e o país foi atingido por uma forte crise econômica que prejudicou a maior parte da nossa clientela. Somado a isso o baque que foi para as empresas de telefonia quando o WhatsApp chegou revolucionando as comunicações e o WI-FI roubando receita. Todas perderam faturamento. 

Estava diante de um grande desafio. Perdemos muita receita e precisamos economizar. A empresa estava numa condição de ser vendida. Fui sincera com a minha equipe para a qual antes proporcionava recursos, viagens e premiações. Naquele momento precisaríamos trabalhar mais com menos recursos, meta 30% maior, produtos mais caros e ganhando menos para salvar a empresa. E eles toparam. 

Mas por quê? Eles sentiam gratidão e amor pela empresa. E confiavam que eram capazes de entregar esse resultado, porque uma equipe com mindset progressivo pode tudo! Não existia egoísmo, eles sentiam que a empresa era deles, e que se ela fosse vendida, seriam os principais atingidos. 

O mais inteligente a se fazer numa crise é, em primeiro lugar, pensar em com quem você vai sair dela e saber preservar as pessoas porque são elas que tiram você da crise. A segunda é olhar seu orçamento, sempre dá para economizar! E terceira é ajustar onde você vai colocar o dinheiro: coloque onde o cliente vê. Nesses momentos, a liderança é fundamental. 

Quando aquele período chegou ao fim, entregamos todos os savings possíveis, chegamos muito perto da meta e crescemos mais que a concorrência. Não é possível explicar a sensação de dever cumprido que sentimos. 

É fantástico o resultado quando você investe em QUEM vai te tirar da crise. Desenvolva as habilidades comportamentais da sua equipe – elas são fundamentais nesse momento. 

Sobre Erika Linhares
Executiva especializada em comportamento e cultura dentro de organizações, chegou a ser sacoleira aos 15 anos quando o pai, dono de uma imobiliária, perdeu tudo na década de 90. Trabalhou ainda na área pública na Prefeitura de Sete Lagoas, em Minas Gerais. Depois de entrar na faculdade de pedagogia, começou a carreira no sistema privado aos 19 anos, ganhando R$ 350 reais como atendente de loja. Vinte anos depois, deixou o mercado corporativo como diretora nacional de uma das maiores empresas do Brasil para atuar como gestora de carreiras em sua empresa, a B-Have. Mais de 15 mil pessoas e 600 parceiros comerciais passaram pela gestão da executiva. 

Com informações de Adriane Galdino, Hochmuller Multimidia.

Área de comentários fechada.

Pin It on Pinterest

Share This