Pandemia: startups se adaptam a programas de aceleração 100% online

Comentários (0) Giro PME, Startups

O tão comentado ‘novo normal’, que surgiu com a pandemia causada pela Covid-19, afetou praticamente todas as áreas da economia. No caso dos programas de aceleração de startups, não foi diferente. Os principais estão acontecendo nas datas previstas, a distância. Obviamente, para as empresas que estão participando, a experiência também tem sido completamente diferente, já que todo o processo de aceleração precisou ser adaptado: desde conversas com especialistas e mentorias aos contatos com possíveis investidores e executivos, tudo passou a ser feito de forma remota. 

O grupo yoooUp!, detentor dos aplicativos yoooUp!Academia e YUp!EmCasa, participou do InovAtiva Brasil, o maior programa de aceleração da América Latina. De acordo com Fabio de Lucca, gestor de expansão da startup, a experiência foi enriquecedora. “O programa ajudou a amadurecer o modelo de negócio e fez com que ampliássemos a nossa diferenciação de mercado. Apesar de ter acontecido totalmente online, tivemos um acompanhamento intenso e, sem dúvidas, muito importante para darmos os próximos passos na yoooUp”, explica. 

A Gofind, localizador que utiliza inteligência artificial para ajudar o consumidor a encontrar produtos disponíveis nas proximidades, participou do Google for Startups Accelerator, um dos mais tradicionais programas de incentivo a startups do país, que começou em abril e durou três meses, 100% online, devido à pandemia. “As sessões de mentorias contaram com as participações de especialistas do Google e de empresas parceiras. Foi mais uma grande oportunidade de aprimorar os processos dentro da empresa, de aprender e de crescer ainda mais com a troca de experiências entre todos os participantes do evento”, avalia Felipe Samy, CMO da Gofind.

Outra startup que está passando por essa experiência é a Kinvo, plataforma de gestão que permite controlar, analisar e acompanhar todos os investimentos em um só lugar. A fintech foi uma das selecionadas para participar do Scale-Up Endeavor PE 201x, programa de aceleração da Endeavor, organização de apoio a empreendedores de alto impacto no Brasil, que acontece de julho a dezembro, totalmente online. “Estamos muito honrados em fazer parte desse grupo seleto de empresas, especialmente pelas mentorias aprofundadas com empreendedores que já passaram por esse processo de crescimento e compreendem nossas dores e vivências, proporcionando um alinhamento de visão incrível”, avalia Moacy Veiga, fundador e CEO da Kinvo.

Uma outra adaptação foi a da Oiweek (Open Innovation Week), primeiro e principal evento sobre inovação aberta do Brasil. Realizado desde 2008 e organizado pela 100 Open Startups, acontece pela primeira vez em formato 100% digital. O evento tem a expectativa de atrair mais de 5.000 startups ao longo do ano, nas lives e encontros de Speed-Dating. Esse formato foi definido devido ao atual momento pelo qual passa o mundo, em que encontros presenciais estão pausados. “A nossa comunidade quer continuar compartilhando conhecimento, cocriando soluções e gerando negócios inovadores. Por isso, vamos continuar na nossa missão de promover a conexão e a geração de negócios entre grandes empresas e startups”, comenta Bruno Rondani, CEO da 100 Open Startups. 
_

Com informações de Luna Marina Oliva, Oliver Press.
Foto de capa: mohamed hassan formulário PxHere

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pin It on Pinterest

Share This