Otimismo não é Utopia!

Comentários (0) Erik Penna

 V E N D A S  | Por Erik Penna

A pandemia criou um período sem precedentes em nosso país e isso tem afetado negativamente a vida de milhões de brasileiros. 

É difícil saber com exatidão quando esta situação terminará, mas, uma coisa é certa, o otimismo pode ser um belo aliado para superar esses momentos complicados. 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) publicou em 2019 um estudo que apontava o Brasil como a nação mais ansiosa do mundo, e de acordo com estudo realizado pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro-UERJ, a pandemia contribuiu para que os casos de ansiedade e estresse subissem mais de 50% em nosso país.

Infelizmente, o excesso de ansiedade sempre vem acompanhado de muito pessimismo, e frente ao que estamos vivenciando, é compreensivo, afinal, o número de contaminados com a COVID-19 atinge números espantosos, a taxa de desemprego cresce e o número de empresas que fecham as portas é gigantesco e assustador.

O poder do otimismo vem sendo muito estudado e comprova inúmeros benefícios, tanto no âmbito pessoal quanto no profissional. Uma recente pesquisa revelou que 76% dos brasileiros consideram-se otimistas, e este número é maior do que a média global, que fica em 56%. 

Quer saber por que o otimismo é tão importante? Você sabia que pessoas otimistas vivem mais, sofrem menos doenças cardiovasculares e prosperam mais nos negócios? Pesquisas apontam que o simples fato de alguém mentalizar algo positivo sobre uma situação que poderá ocorrer no futuro já aumenta em até 27% a liberação de endorfina, o hormônio conhecido como analgésico natural e que além de aliviar dores, desenvolve a memória, aumenta a concentração, melhora o humor e enriquece o sistema imunológico.

Entretanto, é inevitável não conviver com o pessimismo, este que também tem seu papel e é um sentimento que muitas vezes combina com prudência e nos permite perceber armadilhas possíveis, além do ato de se pensar negativamente ser uma espécie de habilidade de antever problemas e deslealdades. É preciso apenas saber canalizar cada aspecto!

Mas, é muito importante separar otimismo de utopia, esta nada tem a ver com a capacidade de lidar com frustações ou exercitar a capacidade de visualizar o lado positivo das situações, é apenas uma ideia onde tudo acontece de maneira perfeita, como num sonho, sem qualquer compromisso com a realidade. 

Aos que pretendem ter uma postura mais positiva em relação à vida, mas, encontram dificuldades na prática, é possível exercitar o jeito otimista de ser, incluindo na rotina diária hábitos simples e que auxiliarão a manter a motivação, aumentar o bem-estar e potencializar a produtividade pessoal e profissional. Quer saber como? Confira abaixo:

Tenha paixão pelo hoje

Ansiedade é excesso de futuro, então cultive o presente. Não fique pensando apenas no que não pode fazer, descubra o que você pode fazer de melhor hoje.  Viva um dia de cada vez e tenha paixão pelo agora. 

Crie a notícia boa do dia

Adote o hábito de enfatizar as coisas boas, afinal o que você foca, normalmente expande. Comece a anotar ou compartilhar com alguém algo positivo que aconteceu naquele dia. Assim você tira sua atenção das ocorrências negativas e começa a procurar por coisas favoráveis. E quem procura acha!  Esse simples hábito de ficar procurando um aspecto positivo cotidianamente servirá de treinamento para construir uma visão mais otimista no dia a dia.

Encontre alegria na alegria do outro

É melhor dar, do que precisar receber. Mais do que nunca, em tempos difíceis é fundamental saber encontrar a alegria na alegria do outro, esse é o segredo da felicidade. Vários estudos mostram ainda que as pessoas que exercem a doação e a gratidão são mais felizes, mais criativas e menos propensas a solidão e ansiedade.

Cuide dos seus pensamentos 

Cuidado para que a voz negativa do outro não vire lei em sua vida, não permita que os influenciadores negativos norteiem sua caminhada. Você está onde seu pensamento está, ou seja, o que você escolhe pensar, determina como escolhe viver, afinal, o pensamento cria o sentimento, que gera atitude.  Direcione seus pensamentos para algo que lhe traga boas lembranças. Mentalize momentos felizes que já viveu ou que irá vivenciar e inunde sua cabeça com felicidade.  

Mexa o corpo

Fazer exercícios gera inúmeros benefícios para o corpo e a mente, pois, durante a atividade física, o corpo libera vários hormônios na corrente sanguínea que geram bem-estar, como a endorfina que atua como um analgésico natural, alivia a dor, controla a ansiedade e reduz o estresse, e a serotonina que regula o apetite, humor, desejo sexual e o sono. 

Aprenda a distinguir: situação de vida x vida

É vital saber separar o momento presente, do que vem adiante. Por mais difícil que uma situação possa parecer, é motivador saber que isso provavelmente seja apenas uma fase, um pedaço do caminho, não é o percurso todo. Essa sensação nos torna mais resilientes para aguentar firme os períodos de turbulências. Vale ainda recordar que estradas difíceis costumam levar a belos destinos.

Comemore cada conquista

Sábio é aquele que não espera perder para só depois dar o devido valor, então celebre cada vitória. Spencer Johnson já escreveu: é feliz quem valoriza o que tem, é infeliz quem valoriza o que falta. Sim, é permitido almejar melhoras em vários aspectos da vida, no entanto, a base da felicidade consiste em apreciar o que já foi conquistado. 

E por mais que os negócios estejam em queda e a situação financeira debilitada, lembre-se, existem ganhos que não são materiais. Aproveite então a pandemia para fazer uma viagem para dentro si mesmo e construa uma transformação impactante em sua existência e na vida do próximo.

Foto de capa: Andrea Piacquadio no Pexels

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pin It on Pinterest

Share This