Como reduzir o custo de aquisição de clientes

Comentários (0) Gestão

Raphael Mello*

Manter baixo o Custo de Aquisição de Clientes (CAC) é uma das principais preocupações de qualquer negócio. Porém, existem novos caminhos e possibilidades de otimizar ainda mais esse tipo de investimento. Ainda é possível ver empresas oferecendo descontos e cashbacks de forma massiva para clientes ativos e já fidelizados.

A utilização de parcerias estratégicas, com cruzamento inteligente de bases, e a comunicação contextualizada são alguns dos principais caminhos para essa otimização e os modelos de negócio ecossistêmicos contribuem para manter o cliente final engajado. Assim, é possível agregar valor para o consumidor final e ainda reduzir o custo de aquisição de clientes.

Veja abaixo como fazer isso:

Aposte em um ecossistema de negócios

Estar posicionado em um ecossistema de negócios possibilita criar uma “vantagem colaborativa”, atingindo uma base muito maior de clientes e oferecendo seu produto de maneira contextualizada para diversos consumidores. Tudo isso, devido à conexão com outras empresas associadas a essa rede.

Tenha um público bem segmentado

Conheça bem a sua base de clientes e saiba o perfil que você deseja atingir. Ter um público bem segmentado é importante para fazer ações mais efetivas e que estejam de acordo com as necessidades do seu consumidor final. A ideia é atrair e olhar de maneira estratégica para essas pessoas, atuando em momentos cruciais durante a jornada do consumidor. 

Ofereça valor para o seu cliente

Como uma forma de diminuir o seu custo de aquisição, aposte em formas de manter o seu cliente engajado ao oferecer ainda mais valor nessa relação. Sempre pense de que forma você pode agregar valor, seja por meio de alguma ação promocional, experiência ou conteúdos personalizados. Oferecer muito mais do que o seu produto é uma forma de manter o seu cliente fidelizado, levando a uma diminuição do seu CAC.

Utilize mecanismos de fidelização de forma estratégica 

Programas que oferecem pontos e/ou cashbacks são uma ótima maneira de engajar o seu cliente. Mas, utilizar esses mecanismos de forma mais estratégica, impacta os negócios de forma ainda mais efetiva. Analisar a sua base de clientes de forma a enxergar em que ações e pessoas depositar mais investimento é apenas uma das maneiras de economizar recursos e assim, deixar de realizar ações massificadas de captação de clientes não muito efetivas.

Sobre o Grupo Vertem e a LTM
A Vertem é a primeira holding focada no desenvolvimento de ecossistemas para ajudar empresas a expandir seus resultados por meio da transformação digital. Em um processo coordenado entre as áreas de Loyalty, Data e Tech, a Vertem destrava novas possibilidades de soluções corporativas e interdependentes, para impulsionar ecossistemas de negócios de forma integrada e funcional.

A LTM é líder no segmento de fidelidade B2B2C, com o maior e mais completo marketplace omnichannel de recompensas do Brasil. Com 13 anos de mercado, conta em seu portfólio com grandes clientes, como Santander, Unilever, Vivo, Shell, Porto Seguro, Tokio Marine e Avon. A empresa cuida de toda a gestão de programas de fidelidade, desde a campanha até a entrega dos prêmios ao consumidor final.
Possui um portfólio completo de soluções para o desenvolvimento e gerenciamento de programas de incentivo e fidelidade. Oferece produtos e ferramentas exclusivos para o resgate de prêmios on-line e off-line, que atendem às diversas necessidades dos programas de relacionamento, incentivo e fidelização. Com mais de 1 milhão de opções de prêmios, dispõe de experiências atraentes, relevantes e positivas para os clientes.

Raphael Mello é CEO da LTM, empresa integrante da holding Vertem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pin It on Pinterest

Share This