Aceleração do turismo no Caminho dos Jesuítas na América do Sul

Comentários (0) Destaque Home, Startups, Viagem e Turismo

O Smart Challenge é uma iniciativa do BID, e conta apoio dos hubs de inovação aberta da Vivo_Grupo Telefônica, e da Organização Mundial do Turismo para buscar soluções inovadoras para atuar na região

O turismo mundial foi e continua sendo um dos setores mais impactados pela pandemia de coronavírus. Por isso, são cada vez mais necessárias iniciativas para fomentar de uma forma inovadora o turismo e economia de diferentes regiões do Brasil em preparação à retomada do pós-pandemia. Pensando nisto, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) com apoio da Organização Mundial do Turismo (OMT) e do Ministério do Turismo brasileiro, em parceria com as autoridades de turismo de outros quatro países da região – Argentina, Bolívia, Paraguai e Uruguai – criaram um programa de aceleração focado em impulsionar um dos principais pontos turísticos latino-americanos: o Caminho Dos Jesuítas.

Chamado de Smart Challenge, a ideia do desafio é identificar soluções para acelerar a integração turística do Caminho dos Jesuítas da América do Sul, a principal rota turística sul-americana e uma das mais amplas do mundo. A Wayra Brasil, hub de inovação aberta da Vivo, que tem a missão fomentar soluções disruptivas em diferentes setores, anunciou uma parceria com o hub  Wayra Hispán para executar o programa, fazendo uso de seu conhecimento em corporate venture e conexões nas regiões de forma a trazer mais inovação e conectividade para o país.

“Nós da Wayra, estamos muito entusiasmados em poder utilizar do nosso expertise em corporate venture para apoiar a execução do programa. Esta iniciativa será uma oportunidade ímpar a inúmeras startups com soluções em tecnologias que poderão suportar a recuperação do turismo, que representa uma fonte imprescindível de renda e geração de empregos na região. Vamos identificar novas soluções capazes de acelerar a integração turística do Caminho dos Jesuítas, fomentando o ecossistema empreendedor brasileiro a colaborar com o turismo local, gerando valor e conectividade para a região”, afirma Livia Brando, country manager da Wayra Brasil.

No Brasil, o roteiro turístico do Caminho dos Jesuítas é composto por 26 municípios do Rio Grande do Sul e engloba as ruínas de São Miguel das Missões, que foram declaradas em 1983 como sítios do Patrimônio Mundial Cultural pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e  Cultura (UNESCO). 

O programa Smart Challenge é norteado pela pergunta: “Que inovações empresariais podem acelerar a integração da oferta turística do Caminho dos Jesuítas da América do Sul? Para trazer as respostas, empresas de qualquer setor de atividade, que estejam em fase de crescimento e legalmente constituídas em pelo menos um dos cinco países integrantes do Caminho de Jesuítas, poderão apresentar suas propostas.

Entre os critérios analisados estão: níveis de inovação e sustentabilidade, potencial de escalabilidade, nível de replicabilidade e solvência técnica, além da diversidade de perfis na equipe responsável pelo projeto proposto. Ao final, serão escolhidas 15 iniciativas. Uma vez selecionadas, elas farão parte de um Programa de Aceleração Empresarial de 12 semanas, gerenciado pela Wayra, que prestará assessoria técnica, legal e comercial, com mentorias personalizadas. Durante o programa, também poderão ser feitas conexões com potenciais clientes e oportunidades de investimento, além de redes de colaboradores regionais e internacionais. 

“As empresas selecionadas vão receber apoio técnico especializado incluindo aceleração comercial, validação de planos de viabilidade, atividades de fortalecimento e coaching, identificação de oportunidades de escalabilidade, networking com empresas e investidores. Nosso intuito é apoiar startups a testar e escalar suas soluções aplicáveis ao turismo”, afirma Guilherme Amorim, head de Parcerias na Wayra Brasil.

Para participarem do Smart Challenge, as empresas interessadas devem preencher o formulário online até dia 25 de abril, fazer o upload e envio online dos documentos de elegibilidade e os currículos dos integrantes da equipe. Para fazer sua inscrição: clique aqui

Sobre a Wayra:
A Wayra, hub de inovação aberta da Vivo no Brasil e da Telefônica no mundo, investe em escala e conecta startups com grandes corporações e parceiros. O objetivo é gerar oportunidades de negócios e inovação em conjunto. Criada em 2011, a Wayra opera em 10 países (Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Alemanha, México, Peru, Espanha, Reino Unido e Venezuela) e já investiu mais de 45 milhões de euros. Atualmente, aproximadamente 400 startups fazem parte do portfólio de inovação aberta global da Telefónica e mais de 20% fazem negócios com a companhia. Presente no país desde 2012, a Wayra Brasil já investiu em 79 startups e possui 32 em portfólio. As áreas prioritárias são educação, saúde, finanças, internet das coisas (IoT), inteligência artificial (IA), big data, entre outras. Para saber mais acesse: wayra.com.

Com informações de Ivan Netto, da Pineapple Hub.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pin It on Pinterest

Share This