6 motivos para começar um negócio durante a crise

Comentários desativados em 6 motivos para começar um negócio durante a crise Destaque Home, Empreendedores, Gene Talks, Opinião

Por Luciana Padovez Cualheta

Tudo indica que iremos enfrentar uma das piores recessões da história, e, para pessoas que sonhavam em abrir o seu negócio esse pode ser o motivo ideal para recuar. Mas será que essa é a decisão correta?Empreender é desafiador em qualquer circunstância. É claro que a crise impõe novos obstáculos, mas também esconde várias oportunidades. Eu sei. Você deve achar esse discurso clichê. Por isso, reuni 6 evidências de que a recessão por ser um ótimo momento para começar seu negócio. 

1. Toda crise gera problemas que precisam ser solucionados

Negócios bem sucedidos são aqueles que resolvem problemas dos clientes e que facilitam a vida das pessoas. Convenhamos: a pandemia do Covid-19 trouxe vários novos problemas que precisam de solução. Crianças sem assistir aulas, pessoas trabalhando em casa sem os recursos adequados, demissões em massa, demanda por novas soluções de higiene, necessidade de inovação na saúde. A lista é enorme. Ao invés de pensar que alguém deveria resolver esses problemas, por que não pensar que você é alguém e pode fazer isso? 

2. A competição está enfraquecida

As empresas consolidadas no mercado estão mais vulneráveis. Muitas estão tentando aprender como reduzir custos, como se adaptar para o mundo digital, como atender melhor, como criar uma cultura ágil e inovadora. Enquanto elas fazem isso, sua empresa pode surgir e arrebatar os clientes insatisfeitos. 

3. Profissionais qualificados estão procurando recolocação

Grandes empresas como Airbnb tiveram que demitir um quarto de sua força de trabalho, e, nas palavras do próprio CEO, outras empresas seriam sortudas por contratá-las. Dificilmente uma mão de obra tão qualificada estaria disponível em outros tempos.  

4. Poder de barganha em negociações

Com a queda nas vendas, várias empresas estão oferecendo seus produtos e serviços a preços menores. Assim, você pode encontrar recursos a preços mais baixos e conseguir ótimas negociações. 

5. Mais opções de crédito e investimento

Quando a economia vai mal, o governo tende a lançar opções de crédito melhores, para ajudar as empresas. Além disso, investidores inteligentes estão em busca de ótimas oportunidades e não vão perder seu tempo com ideias ruins. Se a sua ideia for realmente boa, você estará à frente na busca por capital.  

6. As pessoas estão muito envolvidas nos seus problemas para se importar com os seus erros

Um dos maiores medos de quem vai começar um novo negócio é fracassar. A boa notícia é que ninguém vai reparar, pois elas estão muito ocupadas resolvendo seus próprios problemas. E, quanto mais as pessoas se ocupam fugindo do caos, maior a oportunidade de fazer algo diferente.

Pessoas com mentalidade empreendedora são aquelas com capacidade de compreender, se organizar e agir rapidamente, diante de condições incertas. Não quer dizer que elas nãosentem medo ou que tomam decisões inconsequentes, mas são pessoas que correm riscos calculados, gastando o mínimo para testar suas ideias e aprendendo em cada etapa do processo. Esse é o momento de separar os empreendedores de verdade dos aventureiros que só queriam formas fáceis de enriquecer. Em qual grupo você se encaixa? 

Luciana Padovez Cualheta é doutora em administração com foco em empreendedorismo pela UNB, professora e consultora.

Área de comentários fechada.

Pin It on Pinterest

Share This