Software de OKR: por que largar de vez as planilhas?

Comentários (0) Administração, Boas Práticas, Destaque Home, Gestão, Negócios

https://br.freepik.com/fotos/cartao'>Cartão foto criado por rawpixel.com - br.freepik.com

Por Gabriel Leite

Cada vez mais os negócios bem-sucedidos estão implementando OKRs (objetivos e resultados chave, em português), uma forma de gestão ágil muito utilizada por empresas no Vale do Silício. Esse método vem ganhando popularidade no mercado, de grandes a pequenos negócios, pois promete fornecer resultados poderosos, como maior lucratividade, crescimento da organização, equipes mais engajadas e otimização de desempenho. 

A gestão ágil como resposta para diferentes problemas organizacionais consiste na máxima “errar rápido”. Por proporcionar maior transparência, horizontalidade e objetivos com ciclos mais curtos, com o OKR é possível ter uma visão em tempo real de como está a empresa.

Existem muitas formas de implementar OKR dentro de uma empresa. Fazer uma tabela compartilhada, deixar exposto em um quadro ou usar um software para a gestão de desempenho são algumas delas. Neste último caso, a tecnologia pode ser uma aliada para implementar a metodologia de uma forma simples, clara e prática no dia a dia das pessoas.

No caso do OKR, o software organiza as funções, deixa prático o preenchimento e acompanhamento das atividades, além de mostrar o organograma da empresa de forma clara, sem causar confusões ou dificultar o entendimento.

Aqui, listo alguns pontos importantes sobre essa metodologia:

  • Basear-se na delimitação de objetivos gerais e resultados-chave para alcançá-los;
  • Objetivos com ciclo curto, de geralmente 3 meses;
  • Colaboradores se ajudam para cumprir os resultados-chave;
  • Todos têm acesso aos KRs (resultados-chaves) de todos – salvo questões estratégicas da empresa;
  • Os KRs são construídos em conjunto;
  • É feito um acompanhamento semanal para ver a evolução de cada KR.

Quando algumas empresas começam a usar a metodologia de OKR, decidem iniciar com algo simples, geralmente um modelo de planilhas. No entanto, existem muitas maneiras pelas quais uma plataforma de OKR pode ser melhor. Com um software para reunir as informações necessárias, os colaboradores têm acesso aos seus KRs de onde estiverem, o que facilita a gestão da metodologia para as empresas que têm políticas de home office, por exemplo.

Com isso, é possível construir os resultados-chave conjuntamente ao integrar colaboradores que estão em jornada de trabalho no modelo híbrido ou home office. Além disso, é possível comentar embaixo do KR de cada um, incentivando interação e colaboração entre a equipe.  

Outro benefício deste método é o alcance da transparência já que, sem burocracias, o software de OKR permite a exposição dos objetivos e resultados-chave de diferentes níveis de gestão. Para os colaboradores, é possível acompanhar como os gestores estão trabalhando para conduzir o negócio a um objetivo maior.

Com a possibilidade de enxergar como o trabalho de cada um impacta em um resultado, as pessoas podem se ajudar para chegar mais rápido. Além disso, é possível que as áreas tenham uma opinião de fora sobre como melhorar algum processo – isso é importante porque muitas vezes quem está imerso no problema não consegue enxergar uma solução clara.

Um aspecto que torna os OKRs tão poderosos é a capacidade de acompanhá-lo conforme vai sendo avançado e fazer as alterações necessárias. Por exemplo, digamos que você esteja na metade de um trimestre e está descobrindo que precisa descartar um Objetivo inteiro porque ele não é viável agora, seu software deve permitir que isso aconteça. Por natureza, os OKRs são ágeis, então a tecnologia também deve ser.

Quando os resultados são colocados no software, tudo o que será visto são gráficos bem explicativos. Será possível ver as tendências, o contexto e o plano de ação ao invés de ver centenas de linhas em uma planilha. Assim, um software permite um melhor jeito de entender o quão alinhado você realmente está.

O alinhamento vem da colaboração, com pessoas dando diferentes perspectivas. Para fazer isso de forma eficaz, é preciso encontrar uma maneira de se comunicar e acompanhar as metas anteriores. Uma plataforma de OKR faz justamente isso, abre um canal de comunicação mais fácil. Ninguém vai ficar perdido e sem saber o que fazer.

Sobre o autor
Gabriel Leite é CMO & Cofundador na Feedz, startup que desenvolveu uma plataforma completa para engajamento e desempenho de colaboradores. Professor, publicitário, pós-graduado em marketing digital, ministra aulas em pós-graduações, cursos e palestras sobre comunicação, marketing, comportamento digital e gestão de pessoas.

Site da Feedz: https://www.feedz.com.br/

Estamos no instagram – siga: @genepme

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pin It on Pinterest

Share This